Alface-selvagem: benefícios e propriedades medicinais

A alface-selvagem (Lactuca virosa) é uma planta medicinal também conhecida como alface-silvestre, alface-brava, alface-espinhosa, alface-de-ópio, alface-amarga, lechuca silvestre (espanhol) e wild lettuce (inglês). Inclui as espécies Lactuca serriola e Lactuca canadensis, que possuem as mesmas propriedades medicinais da Lactuca virosa, embora a L. virosa seja uma espécie com propriedades mais potentes. Pertence à família Asteraceae.

Benefícios da alface-selvagem

A alface-selvagem é uma espécie silvestre antecessora de algumas das várias espécies de alfaces cultivadas atualmente. Acredita-se que essa espécie de alface consiga inibir os impulsos causadores da sensação da dor, agindo diretamente na espinha dorsal em função de suas propriedades sedativas. A alface-selvagem possui um látex branco lácteo que se assemelha ao ópio (e que inclusive já foi utilizado como agente adulterador do mesmo). Esse mesmo látex pode ser aplicado para acalmar coceiras proveniente de sumagre-venenoso.

Na medicina popular, é utilizada em forma de lavagem ou loção para acne e também em produtos de banho, tais como loções e sabões. Apesar de poucas evidências científicas, a alface-selvagem é utilizada para reduzir os sintomas da ansiedade.

Benefícios da alface para reduzir a ansiedade

Em 2006, um estudo publicado pelo Journal of Ethnopharmacology mostrou que a lactucina e lactucopicrina produziram efeitos sedativos em ratos de laboratório para o alívio da dor, contudo, são necessários mais estudos de investigação para avaliar os efeitos em humanos.

Uma revisão clínica publicada em 2005 pelo Journal of Clinical Sleep Medicine afirmou que, apesar da alface-selvagem ser utilizada para insônia, sua eficácia ainda não foi comprovada, vez que poucos estudos avaliaram as propriedades analgésicas e sedativas da lactucina e outros compostos encontrados na erva.

Contraindicações e efeitos colaterais da alface-selvagem

O látex da planta pode causar irritação se entrar em contato com os olhos. A alface-brava contém substâncias conhecidas como lactonas sesquiterpênicas, que podem causar reações alérgicas que por sua vez podem se manifestar de diferentes formas: erupções cutâneas passageiras, urticária e até mesmo anafilaxia, uma resposta do sistema imunológico grave que pode ser fatal.

Referências:
Journal of Ethnopharmacology. Analgesic and sedative activities of lactucin and some lactucin-like guaianolides in mice. 2006.
Journal of Clinical Sleep Medicine. Oral Nonprescription Treatment for Insomnia: An Evaluation of Products With Limited Evidence
Lettuce Opium. Drugs.com

Comentários

2 Comentários

  1. O CHÁ DESSA ERVA FOI MUITO ÚTIL PARA MINHA INSONIA, ELA REALMENTE ME FEZ DORMIR MUITO BEM E ACORDAR COM MAIS DISPOSIÇÃO.EMBORA NÃO ACHE MAIS SUA COMERCIALIZAÇÃO,ELA REALMENTE É MUITO BOA PARA INSONIA.

Comentar