Erva-doce: benefícios e propriedades medicinais

A erva-doce (Pimpinella anisum) é uma planta medicinal também conhecida popularmente como anis, anis-verde, pimpinela, pimpinella, anise (inglês) e huei-hsiang (chinês). Pertence a família Apiaceae.

Benefícios da erva-doce

As propriedade curativas da erva-doce são encontradas nas sementes e no óleo da fruta seca. Possui ação expectorante e pode ser utilizada para combater bronquite e tosses crônicas. O óleo pode servir de base para a criação de uma pomada aplicada diretamente no combate de piolhos. O óleo é rico em anetol, um composto aromático responsável pelo aroma e sabor do vegetal e que também auxilia contra cólicas intestinais e flatulência. A ingestão das sementes após as refeições auxilia na digestão. Várias bebidas alcoólicas a utilizam como ingrediente.

Na Índia, a água de erva-doce é muito utilizada como água-de-colônia. É acrescentada na composição de pastas de dentes, produtos de limpeza bucal e sabões. O óleo essencial extraído da erva-doce é usado para prevenir e tratar piolhos, sarnas e psoríase. A folha fresca é comida em saladas. Serve também como uma boa espécie de tempero para melhorar o paladar de outros alimentos. Possui grande quantidades de proteínas e mucilagem, dentre outros compostos.

Contraindicações e efeitos colaterais da erva-doce

O anis é seguro para a maioria dos adultos e também para crianças em pequenas quantidades. O óleo essencial em altas doses é tóxico. Sua aplicação combinada com outra ervas no couro cabeludo também é seguro. A erva-doce pode agir como estrogênio, portanto, mulheres com condições hormonais sensíveis devem evitar o uso.

História e curiosidades

O nome do gênero Pimpinella deriva do latim bipinnula (ou bipinnate), que significa algo semelhante a “folhas organizadas simetricamente de ambos os lados”. É uma planta cultivada milenarmente, primeiramente no Egito e posteriormente na Grécia.

A erva-doce é acrescentada à alimentação de gados de forma a aumentar substancialmente a produção de leite. Também serve como isca para ratos e peixes. Na cultura popular acredita-se que colocar sementes de anis dentro do travesseiro pode prevenir pesadelos.

Comentários

Comentar