Artrose: causas, sintomas e tratamento natural

Segundo a Sociedade Brasileira de Estudo da Dor (SBED), cerca de 10 milhões de brasileiros são portadores de artrose, doença degenerativa das articulações que afeta principalmente adultos na terceira idade, por conta do processo de envelhecimento natural. A artrose é um tipo comum de artrite e provoca dores e inchaço.

O que é artrose?

A artrose é uma doença degenerativa das articulações e as causas podem ser devido a fatores genéticos, sobrepeso, falta de exercício físico, exagero no uso da articulação, sobrecarga em esportes e desgaste das cartilagens. Pode surgir ainda após um traumatismo direto, como cair de joelhos, por exemplo. A região mais facilmente afetada são os joelhos, visto que eles sofrem grandes impactos durante a vida, contudo, pode atingir qualquer articulação do corpo, incluindo mãos, pescoço e quadris.

Com o tempo, ocorre o desgaste normal sobre as articulações e cartilagem (tecido escorregadio que cobre as extremidades dos ossos e ajuda as articulações a se movimentarem). Em algumas pessoas, o processo de desgaste é mais acelerado e a cartilagem se deteriora mais rapidamente. Em alguns casos, pode até desaparecer completamente, resultando no atrito osso com osso nas articulações, causando dor, rigidez, e às vezes inchaço.

Sintomas da artrose

Os sintomas mais comuns em pacientes com artrose são:

  • Dores que só cessam após um período de descanso;
  • Rigidez em alguma parte do corpo após um longo período de inércia;
  • Inchaços na região após uma atividade de esforço (subir escadas por exemplo);
  • Estalos ao fazer movimentos ou “crepitações”;
  • Movimentos limitados;
  • Músculos mais fracos, principalmente os da coxa.

Tratamento natural da artrose

O sobrepeso e obesidade são uma das causas das dores incômodas, portanto é importante a iniciação em alguma modalidade esportiva de pouco impacto. O acompanhamento de um profissional de educação física também é de extrema necessidade para que seja evitado uma piora no quadro clínico. Alguns alimentos também podem auxiliar no tratamento, já que cada dia mais médicos especialistas no caso associam uma boa alimentação a uma possível melhora nas doenças reumáticas.

Atividade física

Exercícios físicos
Exercícios físicos

Estudos científicos têm comprovado que a realização de atividades físicas pode reduzir a dor em regiões afetadas. Além de minimizar os sintomas da artrose, a atividade física também pode contribuir para o controle de outras patologias crônicas que atingem esses pacientes, como problemas cardíacos, diabetes e obesidade.

Os alongamentos são essenciais, vez que por meio deles será possível conseguir um ângulo de movimentos adequado para os exercícios resistidos. O aquecimento também deve ser priorizado afim de preparar a articulação para fazer movimentos. Comece sempre com muita cautela e devagar, sem exageros. Aos sedentários, é indicado que comecem com 15 minutos de caminhada leve por dia em solo plano com o calçado adequado. O tempo e a intensidade devem ser aumentados aos poucos de forma segura.

Os melhores exercícios para esses pacientes são as caminhadas, hidroginástica e dança, visto que as articulações não são muito desgastadas. É comum o surgimento de dores durante ou após as atividades, sendo assim, é recomendado alternar o tipo de exercício para que a chance de desistência diminua, parar completamente de se exercitar pode ser pior para as dores e mais difícil retomar a atividade futuramente. Recomenda-se 2 horas e 30 minutos de atividade aeróbica por semana para ser notado uma melhora no humor e a qualidade de vida de adultos com artrose.

Fitoterápicos

Sementes de Sucupira
Sementes de sucupira

Algumas ervas, plantas, raízes e sementes encontradas na natureza são capazes de auxiliar no tratamento de quadros reumáticos, acompanhados de dor, como artrite, artrose e lombalgia (dor na região lombar da coluna). As plantas medicinais demonstraram eficácia comprovada por estudos clínicos para tratar ou apaziguar a artrose.

As ervas mais recomendadas são a garra-do-diabo e o extrato da semente de sucupira. Ambas possuem propriedades analgésicas, antirreumáticas, antiartríticas, antiespasmódicas e anti-inflamatórias, que podem ajudar a combater inflamações. Além de tais ervas, pode ser necessário uma suplementação com cloreto de magnésio.

Dieta balanceada

Dieta balanceada
Dieta balanceada

Um cardápio equilibrado, com alimentos funcionais e adequados pode fazer uma grande diferença aqueles que sofrem com dores articulares, vez que existem alimentos que provocam/pioram o inchaço, retenção de líquido e rigidez na musculatura. Manter uma alimentação saudável significa optar por aqueles que fornecem nutrientes necessários para manter o organismo em equilíbrio e bom funcionamento.

A alimentação deve ser rica em cereais integrais, fibras, frutas, legumes e verduras. Bebidas alcoólicas, refrigerantes, sucos industrializados, farinha branca, café, trigo, cevada, centeio, leite de vaca, margarina, queijos, dentre outros alimentos devem ser evitados. É imprescindível a consulta a um nutricionista para uma avaliação mais específica de cada estágio da doença.

Referências:
Arthrosis vs. Arthritis: What’s the Difference?. Healthline.
Atividades Físicas para Artrose. Dr. Sérgio Costa Ortopedia.
Physical Activity. The Arthritis Pain Reliever. The Benefits of Physical Activity for Adults with Arthritis. Centers for Disease Control and Prevention.

Comentários

Comentar