Camomila: benefícios e propriedades medicinais

A camomila (Matricaria recutita) uma erva medicinal também conhecida como matricária, camomilla, chamomille, chamomilla matricaria, camomile, macela, mançanil, comila-de-Paris, camomila-romana (Chamaemelum nobile), dentre outros nomes populares. Pertence à família Asteraceae.

Benefícios da camomila

O chá de camomila é rico em propriedades sedativas e calmantes, fazendo com que ajude a aliviar a insônia e proporcionar uma boa noite de sono, além de ser útil para reduzir a ansiedade e amenizar os sintomas causados pelo estresse. O chá medicinal também é recomendado para pessoas que consomem muito café, vez que ajuda a diminuir consideravelmente os níveis de cafeína no sangue, auxiliando inclusive no alívio de dores de cabeça causadas pelo consumo excessivo de substâncias tônicas, como é o caso das bebidas com cafeína.

Durante vários anos, estudos científicos comprovaram muitos dos usos tradicionais da camomila e estabeleceram mecanismos farmacológicos para a atividade terapêutica da planta, incluindo propriedades antialérgicas, anti-inflamatórias, antibacterianas, antiespasmódicas, antifúngicas, antipiréticas, antissépticas, diaforéticas, febrífugas, além dos efeitos calmantes e sedativos já muito conhecidos.

A camomila pode ser utilizada internamente ou externamente. É uma excelente erva medicinal para pessoas que possuem vontade frequente de urinar, bem como para pessoas com problemas de estresse e exaustão psicológica. As propriedades da camomila também incluem o uso em forma de colírio no tratamento de conjuntivites e inflamações no olho, pomadas e loções para hemorroidas, pele seca e feridas, gargarejo para dores de garganta e chá para problemas e irritações estomacais. O banho de camomila ajuda a hidratar a pele.

Contraindicações e efeitos colaterais da camomila

A camomila é um calmante natural sem nenhum tipo de contraindicação, inclusive sendo utilizada em vários hospitais. Apesar de todos esses benefícios e de ser considerada uma erva de uso seguro, em alguns raros casos algumas pessoas podem apresentar reação alérgica, podendo sofrer dermatite.

História e curiosidades

Christian Friedrich Samuel Hahnemann, fundador da homeopatia, foi o primeiro homem a introduzir a camomila como remédio homeopático. A erva é nativa da Europa, Ásia e África do Norte, no entanto, seu cultivo se difundiu pelo mundo inteiro e atualmente é umas das plantas medicinais mais consumidas na forma de chá. É utilizada desde o Egito antigo, onde era considerada uma planta milagrosa, sendo aplicada no tratamento de todos os tipos de enfermidades. Toda a planta é aproveitada, sendo colhida na época de floração.

A Matricaria chamomilla = Chamomilla recutita faz parte da Relação Nacional de Plantas Medicinais de Interesse ao SUS (RENISUS), constituída de espécies vegetais com potencial de avançar nas etapas da cadeia produtiva e de gerar produtos de interesse do Ministério da Saúde do Brasil.

Comentários

1 Comentário

Comentar