Canela: benefícios e propriedades medicinais

A canela (Cinnamomum zeylanicum) é uma planta medicinal também conhecida como pau-canela, caneleira, quinino, canela-de-Ceilão, madeira-doce, cássia e cinnamon (inglês). A canela popularmente conhecida inclui inúmeras variedades, incluindo a Cinnamomum cassia e a Cinamomum saigonicum. Pertence a família Lauraceae.

Benefícios da canela

A canela é utilizada para melhorar a circulação, sendo indicada para pessoas que sempre sentem frio e possuem circulação pobre. A casca pode melhor o fluxo de sangue, bem como a função do rim e baço. Ao aumentar o abastecimento sanguíneo no corpo, previne o aparecimento de causas de inflamação e dor em pacientes com artrite. Seu uso prolongado é conhecido por embelezar e promover uma aparência mais rosada e bonita para a pele. A especiaria possui cheiro agradável e estimula os sentidos ao mesmo tempo que acalma os nervos, sendo muito utilizada na fabricação de incensos.

Para refrescar a respiração, é usada como um condimento de pasta de dentes. Em forma de lavagem, previne e cura infecções fungosas como o pé-de-atleta. É muito usada também como óleo de massagem. Colocada em sachês ajuda a repelir traças. Em alguns países, pessoas que fumam muitos cigarros inalam a erva em uma vara oca, vez que é dito que o cheiro da planta ajuda a perder a vontade de fumar.

Benefícios da canela para emagrecer

Quando a erva é consumida, o corpo reage quimicamente para digeri-la. Esta reação acelera o metabolismo, a fim de compensar o processo de digestão da erva. Quando o metabolismo acelera, queima mais calorias e consequentemente se perde peso mais rapidamente. Também atrasa a passagem do alimento do estômago para o intestino, assim, provoca uma sensação de saciedade por mais tempo, consequentemente, reduzindo a quantidade de alimentos ingeridos. A especiaria ajuda o organismo a processar os carboidratos de forma mais eficiente, promovendo a perda de peso.

Uso na culinária

Na culinária, é uma especiaria usada em vários doces, como a maçã-do-amor, chocolates, café, caris, torrada francesa, rabanada, pudins, arroz, vinhos, dentre inúmeros outros alimentos. Ao preparar o chá de canela, a erva é fervida por poucos minutos para o gosto não ficar amargo. A adição da canela em alimentos como o queijo, tortas e outros preparos, melhora o sabor. Também pode ser adicionado a sucos de fruta para a mesma finalidade. Também existe a opção de tomar cápsulas para obter as mesmas propriedades.

Contraindicações e efeitos colaterais da canela

Não deve ser usada por pessoas com febre, que estejam com hemorroidas ou urina sangrenta. Durante a gravidez deve ser usada em pequenas quantidades.

História e curiosidades

A erva era usada no Egito antigo para embalsamar corpos. Antigamente era acrescentada à comida para preservá-la por mais tempo. Durante a peste bubônica (peste negra), esponjas eram encharcadas em canela e cravo-da-Índia para serem colocadas em quartos de doentes. Nos séculos XV e XVI, a especiaria era muito procurada em explorações marítimas para ser usada como tempero.

Comentários

Comentar