Castanha de caju: benefícios e propriedades medicinais

A castanha de caju é um alimento muito popular em algumas regiões do mundo. As castanhas são colhidas do cajueiro (Anacardium occidentale), uma árvore tropical nativa do Brasil.

Benefícios da castanha de caju

Assim como outras nozes, as castanhas de caju são boas fontes de energia e são ricas em antioxidantes, carboidratos, açúcares, proteínas, gorduras, fibras alimentares, vitaminas do complexo B, vitamina C e minerais. Alguns sintomas de ansiedade e depressão podem ser aliviados com o consumo das castanhas, vez que o alimento é rico em triptofano. A riboflavina e a tiamina são encontradas nessas nozes e podem ajudar a desenvolver uma boa visão, pele saudável, além de fortalecer todo o sistema imunológico. As gorduras monoinsaturadas reduzem os níveis de triglicérides.

Composição da castanha-de-caju

A castanha de caju possui um alto teor de gorduras saudáveis. Os óleos e gorduras presentes no óleo (LCC) contêm 54% de gordura monoinsaturada, 18% de gordura poli-insaturada e 16% de gordura saturada. Há cerca de 7% de ácido esteárico, 8% de óleo palmítico, 20% de óleo linoleico e cerca de 60% ácido oleico, índices semelhantes aos encontrados no azeite de oliva. Os valores nutricionais variam de acordo com a variedade do cajueiro.

Utilização na culinária

A castanha de caju é muito utilizada na culinária brasileira, principalmente no Norte e Nordeste do Brasil, regiões do país de onde o cajueiro é uma planta nativa, além de ser uma iguaria na culinária tailandesa, chinesa e indiana. Na cozinha indiana, as castanhas são usadas para enfeitar doces e outros pratos. Na região de Goa (Índia), uma popular bebida conhecida como feni é produzida a partir da castanha-de-caju fermentada e duplamente destilada. Também é muito utilizado nas Índias Ocidentais para fazer ponche e outras bebidas.

Contraindicações e efeitos colaterais da castanha

Algumas pessoas são alérgicas à castanha de caju, contudo, tais castanhas costumam ser menos alérgicas em comparação com outros tipos de nozes e amendoins. As cascas das castanhas possuem urushiol, que em altos níveis podem causar uma erupção cutânea alérgica em contato com a pele conhecida como dermatite de contato induzida por urushiol.

Referências:
Composição percentual dos ácidos graxos da fração lipídica da amêndoa da castanha de diferentes clones de caju (Anacardium occidentale L.). Men de Sá M. S. Filho. Geraldo A. Maia. Luciano F. F. Holanda. Humberto F. Oriá. Gerardo S. F. Oliveira e Raimundo W. Figueiredo.

Comentários

Comentar