Chá de semente de sucupira: benefícios e propriedades medicinais

Sementes de Sucupira

Sementes de Sucupira

A sucupira é uma popular planta medicinal também conhecida como sucupira-branca, sucupira-lisa, faveiro, fava-de-sucupira, fava-de-Santo-Inácio, sapupira, supupira-do-campo, sebepira, sebipira, cutiúba, macanaíba e paracarana.

Benefícios e propriedades do chá de semente de sucupira

A sucupira possui ação anticancerígena, além de ser um ótimo tônico. O chá das sementes da sucupira é utilizado no combate ao excesso de ácido úrico do corpo, amigdalite, artrite, asma, blenorragia, cistos ovarianos e no útero, debilidade orgânica, dermatoses, diabetes, dor de garganta, dores espasmódicas, feridas, hemorragias, inflamações, reumatismo, sífilis e vermes. O óleo volátil retirado da casca e das sementes, além de ser aromático, é muito utilizado no tratamento de reumatismo.

Os tubérculos ou nódulos da raiz de sucupira, também conhecidos como batatas-de-sucupira, são utilizados no controle do diabetes. Um estudo publicado também concluiu que os óleos essenciais das sementes de sucupira são úteis no combate de tumores de próstata.

Estudos comprovaram que as sementes de sucupira da espécie Pterodon emarginatus possuem flavonoides, cumarinas, saponinas, triterpenos, esteroides e óleo essencial. O óleo da semente de sucupira possui beta-cariofileno, substância química com atividade anti-inflamatória, antibiótica, antioxidante, anti-carcinogênica e anestésica, o que comprova as propriedades medicinais da sucupira.

Como fazer o chá de semente de sucupira

Para fazer o chá da semente de sucupira, deve-se partir as as sementes em cerca de quatro pedaços. Após ferver um litro de água por cerca de dez minutos, cinco sementes de sucupira devem ser mergulhadas por um minuto na água quente. Deixar as sementes fervendo por cerca de dois minutos fortalecerá o chá, o que o tornará recomendado para casos de dores persistentes. Após ferver as sementes com a água, o chá medicinal deve ser esfriado e conservado na geladeira para consumo nos duas subsequentes. Outra forma de preparar o chá consiste em ferver por cerca de 10 minutos em cerca de um litro de água alguns pedaços da semente ou casca.

O chá deve ser tomado com intervalos de algumas horas, intercalados com o consumo de água. A recomendação é de que o chá seja tomado preferencialmente fresco. O chá pode ser utilizado no tratamento de dores, vez que possui efeito analgésico e anti-inflamatório.

A tintura e o extrato de sucupira

A tintura de sucupira é preparada através de seus frutos e usada na forma diluída, em mínimas quantidades, de 3 a 5 vezes ao dia. O extrato é normalmente vendido em cápsulas. O uso é indicado principalmente para casos de dor de garganta. O extrato também é utilizado para o tratamento de artrite, artrose, gota e reumatismo, além de aliviar dores nas costas e joelhos.

Contraindicações e efeitos colaterais da sucupira

A sucupira é considerada muito segura para o consumo e não possui contraindicações. No entanto, algumas pessoas recomendam que o chá de sucupira seja consumido por até quinze dias consecutivos, retomando seu uso após descansar por outros quinze dias, para que ocorra um equilíbrio no sistema endócrino. No entanto, não há suficientes estudos publicados correlacionados aos efeitos colaterais da sucupira. Também não foi encontrada nenhuma contraindicação quanto ao uso contínuo do extrato ou da tintura de sucupira.

Curiosidades

Sucupira - Pterodon pubescens

Sucupira – Pterodon pubescens

A sucupira (Pterodon emarginatus) é uma árvore rústica com floração azulada, ocorre no cerrado e na faixa de transição para a Mata Atlântica, nos Estados de Minas Gerais, Mato Grosso, Tocantins, São Paulo, Goiás e Mato Grosso do Sul. É uma árvore de porte médio. Sempre foi muito utilizada por tribos indígenas brasileiras, como é o caso da tribo Pataxós, incidente na região onde ocorre a sucupira. Sua madeira é nobre e usada como matéria-prima na fabricação de pisos e móveis. O fruto só possui uma semente.

A sucupira de nome popular inclui espécies de outras cinco famílias botânicas diferentes, que apesar de terem morfologias semelhantes, possuem frutos diferentes. As espécies mais conhecidas são Pterodon pubescens Benth e Pterodon emarginatus. Também inclui a Pterodon polygalaeflorus, Bowdichia nitida, Bowdichia virgilioides (sucupira-preta).


 

608
COMPARTILHAMENTOS
Categorias: Chás Medicinais, Dores no Corpo, Medicina Alternativa.
Revisado e atualizado em 31.07.2014.