Benefícios do chá de sene

O sene é uma erva nativa do Oriente Médio, África e Ásia, contudo, é cultivada em vários países, incluindo Brasil e Estados Unidos. O chá de sene é consumido desde o século IX para combater problemas digestivos e auxiliar no tratamento de cólica biliar, contudo, também é utilizado para tratar doenças do fígado e respiratórios, febre, gases, fissura anal, hemorroidas, doenças venéreas, pressão alta, colesterol alto, obesidade, dentre outras condições de saúde.

Benefícios do chá de sene

O chá de sene é um laxante natural que contém derivados de glicosídeos, flavonoides, açúcar, resina e antraquinona, sendo este o último responsável pelos movimentos intestinais, interagindo com bactérias no trato digestivo e causando a consequente ação laxante. O sene causa uma irritação nas paredes do intestino, estimulando os músculos do cólon, fator que aumenta os movimentos peristálticos e facilita o processo de eliminação de fezes (se torna mais efetivo quando é consumido aliado à uma dieta rica em fibras e consumo de água).

O sene também auxilia na perda de peso, pois reduz seu chá reduz o apetite, e auxilia os alimentos a se moverem mais rapidamente através do intestino antes de todos os nutrientes e calorias serem absorvidos pelo corpo. Outro momento em que é bastante útil é em casos de colonoscopia tenha de ser realizada, pois deixa o intestino limpo antes do procedimento.

O sene reduz o apetite e também facilita a digestão de alimentos, fazendo com que eles se movam mais rapidamente pelo intestino, impedindo dessa forma que a gordura e as calorias sejam totalmente absorvidos pelo organismo. Suas propriedades promovem uma limpeza no corpo e elimina toxinas e resíduos prejudiciais à saúde. É possível ver resultados e efeitos do sene em poucas horas após a ingestão, um dos mais visíveis é a diminuição de inchaços, principalmente na região abdominal.

Modo de preparo e dosagem recomendada do chá de sene

Para efeito laxante, é recomendado entre 1.5 e 3.0 gramas. Entre 5 e 10 gramas para efeito purgativo. O chá deve ser feito colocando a erva em água fervente por 5 minutos para depois ser consumida via oral (a dosagem correta é a mor dose necessária para deixar as fezes amolecidas). No caso de utilizar as folhas secas, deve ser colocado entre 0.6 e 2.0 gramas. O chá por infusão ou decocção deve ser colocado na mesma dose de folhas secas indicada anteriormente em 150ml de água quente durante 10 a 30 minutos.

Contraindicações e efeitos colaterais do chá de sene

O chá de sena pode diminuir os níveis de potássio, o que pode causar um desequilíbrio eletrolítico, levando a mudanças no ritmo cardíaco e fraqueza física. As infusões de sena podem interagir com drogas chamadas bloqueadores de canais de cálcio e aumentar a potência de outras ervas que você pode tomar, causando uma reação adversa. Sua ação rápida evita a absorção de nutrientes através do cólon, privando-o de minerais e vitaminas importantes.

Caso haja muita ingestão do chá, pode haver dores abdominais, náuseas, diarreia, vômitos, erupção cutânea, inchaço da ponta dos dedos, perda de peso e pigmentação escura no cólon. Bem como se o uso do chá for prolongado, pode causar danos crônicos no fígado e nos rins. O excesso pode causar perda óssea, fraqueza muscular e retenção de água.

O sene é contraindicado para grávidas, ou mulheres no período de amamentação, bem como estiver com qualquer tipo de infecção uterina. Também deve ser evitado em casos de hérnias abdominais, doenças hepáticas ou renais, cistites, desidratações ou náuseas, bem como em casos de apendicite ou distúrbios inflamatórios intestinais, como colites ulcerativas, hemorroidas ou úlceras. Outra contraindicação é para pacientes que sofrem de doenças cardíacas, anemia ou quaisquer outras doenças dos vasos sanguíneos.

História e curiosidades

O chá de sene é consumido desde o século 9 d.C. por médicos árabes e na Ásia para tratar febres, indigestão, infecções, disenteria, bronquite, convulsões e doenças da pele, embora a eficácia nunca tenha sido totalmente comprovada. Também foi usado para combater problemas de fígado, pele e respiratórios. No Egito, era usado para tratar membros da elite da sociedade que sofriam de constipação. A partir da época do Renascimento, o chá laxante de sene foi difundido por todo o mundo.

Referências:
Senna Tea – A Natural Laxative. The Right Tea.
Preparations,Dosage and Administration of Cassia Senna. Mdidea.

Comentários

Comentar