Benefícios do cloreto de magnésio


O cloreto de magnésio é um mineral constituído por cloro e magnésio e desenvolve um papel importante para a manutenção da saúde, vez que é um nutriente essencial em mais de 300 reações bioquímicas do organismo. O magnésio beneficia pessoas de todas as idades, sobretudo pessoas mais idosas, que geralmente possuem maior carência do mineral.

A importância do magnésio para a saúde humana

Sem o magnésio não é possível que ocorra reações enzimáticas, essenciais para a produção de energia (ATP), funcionamento dos músculos cardíacos, formação dos ossos, função intestinal e relaxamento dos vasos sanguíneos. Com a presença de mineral nas células é que se torna possível mover os músculos, respirar e usar as funções cerebrais corretamente.

No corpo humano, o magnésio é armazenado nos ossos (60%), músculos (26%) e o restante (14%) está distribuído pelos outros tecidos e fluidos corporais. Contudo, o corpo não retém esse mineral da mesma forma como faz com o cálcio, por exemplo. Alguns fatores como o estresse, ingestão abusiva de açúcar, álcool e cafeína acabam prejudicando a absorção e excretando esse importante mineral do organismo.

Sintomas da deficiência de cloreto de magnésio

Segundo estudos, estima-se que a grande maioria da população apresenta carência de cloreto de magnésio, o que pode desencadear muitas doenças, por isso é importante ficar atento aos sinais e sintomas para iniciar a suplementação no momento necessário.

Alguns dos sintomas da deficiência de magnésio incluem: cansaço excessivo, espasmos musculares, fraqueza muscular, irritabilidade, dores articulares, dor lombar, osteoporose, trombose, doença renal, estresse, síndrome metabólica, doença renal, cálculo renal, hipertensão, depressão, insônia, câimbras, asma, enxaquecas, pré-eclâmpsia, hipoglicemia e síndrome do pânico.

Por que é importante consumir suplementos com cloreto de magnésio?

Diversos estudos científicos sobre os benefícios na saúde humana verificaram que a suplementação com cloreto de magnésio produz uma melhora considerável nos sintomas de várias síndromes e doenças. A suplementação é necessária para nutrir a carência do mineral e promover a estabilidade da qual o organismo necessita para realizar suas funções adequadamente para o equilíbrio do corpo. O cloreto de magnésio é uma excelente escolha, visto que sua absorção pelo organismo é mais fácil.

Benefícios do cloreto de magnésio

Combate infecções

Em 1915, um cirurgião francês chamado Pierre Delbet encontrou a solução ideal para limpar as feridas dos soldados através do cloreto de magnésio. Ele constatou que o cloreto aumentava a atividade dos leucócitos e a fagocitose, o que promovia a destruição de micróbios. Além disso, descobriu que era um poderoso imunoestimulante e que após ingestão do MgCl2, o mesmo número de glóbulos brancos destruía até três vezes mais micróbios do que antes, acelerando a cicatrização e prevenindo a infecção do ferimento.

Protege o coração

O magnésio melhora a circulação sanguínea, reduz a tensão muscular, controla os batimentos cardíacos, diminui as palpitações e arritmias. Assim, previne infartos, doenças cardiovasculares, derrames e controla a pressão arterial. Após a ocorrência de infarto, o cloreto de magnésio ajuda a dissolver os coágulos e age como um antioxidante contra a ação dos radicais livres no local que foi afetado.

Reduz a formação de cálculos renais

Combate o acúmulo de oxalato de cálcio, responsável pelo aparecimento das pedras nos rins.

Previne a artrite e osteoporose

A artrite é uma inflamação das articulações e o magnésio é o responsável por regular os processos celulares e evitar que o ácido úrico se deposite nas articulações. Já no caso da osteoporose, a suplementação com o cloreto de magnésio é indispensável, já que ele notavelmente melhora a densidade dos ossos, pois ele auxilia a formação dos ossos e a sua manutenção.

Previne problemas da próstata

A quantidade baixa desse mineral pode acarretar problemas urinários de origem prostática por exemplo. É comum que com o passar do tempo a concentração de magnésio diminua nos testículos, com a suplementação é possível evitar a dificuldade de urinar, a prostatite, a hipertrofia e o câncer na próstata.

Trata a asma e evita gripes

O mineral fortalece o sistema imunológico e diminui o processo inflamatório. em pacientes asmáticos que possuem deficiência de magnésio ele proporciona alívio ao reduzir as. Com a imunidade mais fortalecida, gripes e resfriados raramente ocorrem.

Combate a fadiga crônica

Segundo especialistas, o baixo nível de magnésio no organismo dificulta o trabalho do sistema imunológico o que acaba deixando o corpo vulnerável a produtos químicos, toxinas, aditivos alimentares, vírus e bactérias, alguns fatores que desencadeiam a fadiga crônica.

Reduz o risco de diabetes

A ingestão de magnésio ajuda a controlar os níveis de glicose no sangue e melhora a sensibilidade à insulina. O mineral regula a secreção de insulina no pâncreas, diminuindo assim o risco de diabetes. Um estudo em 2015, da revista Diabetes & Metabolism concluiu que os níveis de glicose, a resistência à insulina e os triglicerídeos diminuíram significativamente em pacientes que receberam suplementação do mineral.

Combate o estresse e enxaquecas

Com o estresse do dia-a-dia o nosso organismo perde muito magnésio por mecanismos neuro-hormonais. Com essa alteração, nos tornamos mais suscetíveis aos fatores que causam as alterações químicas no cérebro.

Beneficia a função hepática

Possibilita a recuperação do fígado, que pode ser danificado em razão do alcoolismo ou pela esteatose hepática, mais conhecida como doença do fígado gorduroso, que é quando grandes quantidades de triglicerídeos acumulam anormalmente nas células do fígado.

Diminui os sintomas da TPM

O magnésio estimula a regulação hormonal, normalizando o fluxo e diminuindo os sintomas da tensão pré-menstrual e menstrual.

Reduz o risco de partos prematuros

O mineral é muito importante no processo de formação do feto. Ele também reduz as contrações uterinas antecipadas, diminuindo as chances de ocorrer um parto prematuro.

Outros benefícios do MgCl2

Esses são apenas alguns dos benefícios que o mineral proporciona, vez que ele ainda é eficaz contra a pneumonia, faringite, amidalite, coqueluche, sarampo, rubéola, caxumba, envenenamento, furúnculos, abscessos, feridas infectadas e osteomielite. Portanto, se deseja iniciar uma suplementação para evitar doenças é importante escolher um que contenha uma forma de magnésio de fácil absorção, como por exemplo, o cloreto de magnésio.

Curiosidades

As plantas só conseguem se nutrir através dos raios solares por possuírem grande quantidade de magnésio, responsável por transformar a luz solar em energia no conhecido processo de fotossíntese. Era chamado pelos antigos chineses de “mineral da bela” por seu poder de cura e por melhorar a fisiologia celular.

Vale lembrar que é indispensável a orientação de um profissional da saúde antes de iniciar o consumo. O excesso de suplementação pode trazer algumas consequências, como por exemplo, diarreia, náuseas, cólicas abdominais e em casos extremos, arritmia ou parada cardíaca.

Referências:
Vergini, Raul. “MAGNESIUM CHLORIDE IN ACUTE AND CHRONIC DISEASES.” (2006).
Rodríguez-Morán, Martha, and Fernando Guerrero-Romero. “Oral magnesium supplementation improves insulin sensitivity and metabolic control in type 2 diabetic subjects.” Diabetes care 26.4 (2003): 1147-1152.
Fatty Liver (Nonalcoholic Fatty Liver Disease, Nonalcoholic Steatohepatitis). Medicinet.
MARTINDALE. The extra pharmacopoeia. 30º ed. The Pharmaceutical Press. Londres, 1989, pg 1032.
How to Best Absorb Magnesium Supplements. Wikihow.

Comentários

Comentar