Hibisco: benefícios e propriedades medicinais

O hibisco (Hibiscus sabdariffa) é uma planta medicinal também conhecida como hibiscus, hibuscus, habiscus, rosela, rosele, rosa-da-China, rosa-chinesa, chá-vermelho, chá-da-Jamaica, chá-sudanês, pampola, groselha-flor-roxa, groselheira, pampulha, quiabo-azedo, japa (sânscrito), dentre outros inúmeros nomes populares. Inclui as espécies Rosa sinensis, Hibiscus syriacus e Hibiscus esculentus. Pertence a família Malvaceae.

Benefícios do hibisco

O hibisco é um antibacteriano moderado com propriedades calmantes que se concentram nos cálices das flores. O chá de hibisco, vermelho ou rosado, é muito refrescante quando tomado gelado em dias quentes e ainda pode ser útil para emagrecer, vez que a bebida é livre de açúcar e calorias. Uma revisão publicada na revista “Fitoterapia” mostrou que o chá pode ajudar a reduzir os níveis de colesterol total e colesterol ruim ao mesmo tempo que aumenta a quantidade de colesterol HDL, o colesterol bom. É rico em vitamina C, ácido hibiscico, ácido tartárico e ácido málico.

O hibisco é misturado com óleos e usado por chineses e indianos para estimular o crescimento de cabelo e combater a caspa. É usado em forma de lavagem para tratar feridas e pomada para hemorroidas.

Redução da hipertensão arterial

Um estudo publicado em 2010 no Journal of Nutrition descobriu que o chá de hibisco diminui os efeitos da pressão arterial. No estudo, os participantes com hipertensão leve beberam três porções de chá por dia durante seis semanas. A pressão arterial sistólica foi moderadamente reduzida. Os pesquisadores concluíram que é possível baixar a pressão arterial consumindo o chá em doses que podem ser facilmente incorporadas na dieta.

Propriedades antioxidantes e hepatoprotetoras

O hibisco é rico em compostos antioxidantes, que proporcionam propriedades protetoras para o fígado e os rins, de acordo com um relatório publicado em 2011 pela revista Current Medicinal Chemistry. Em estudos com animais de laboratório e pessoas, o extrato de hibisco ajudou na redução da oxidação do mau colesterol e inibiu a formação de placas arteriais. Também interrompeu a oxidação do colesterol e reduziu os níveis de enzimas hepáticas. Os pesquisadores ainda observaram evidências de propriedades anticancerígenas contra leucemia e câncer de estômago.

Uso na culinária

Na culinária, é usado em molhos picantes, caris, licores, vinhos e colorações de comida naturais. As folhas jovens podem ser cozinhadas.

Contraindicações e efeitos colaterais do hibisco

O hibisco reduz os níveis de estrogênio, não sendo indicado para pessoas que fazem terapia de reposição hormonal (TRH) ou tomam pílulas anticoncepcionais. Segundo uma pesquisa realizada na Índia, as propriedades estrogênicas do chá podem interferir na fertilidade feminina.

Referências:
Journal of Nutrition: Hibiscus Sabdariffa L. Tea (Tisane) Lowers Blood Pressure in Prehypertensive and Mildly Hypertensive Adults.
Current Medicinal Chemistry: Chemopreventive Properties and Molecular Mechanisms of the Bioactive Compounds in Hibiscus Sabdariffa Linne.
Oxford Journals: Estrogenic Effects and Fertility.

Comentários

1 Comentário

Comentar