Malva-rosa: benefícios e propriedades medicinais

A malva-rosa (Alcea rosea é uma planta medicinais também conhecida como “common hollyhock” (inglês). Inclui os sinônimos botânicos Althaea chinensis, Althaea ficifolia e Althaea rosea. Pertence a família Malvaceae.

Benefícios da malva-rosa

A malva-rosa é utilizada como um remédio natural para uma ampla gama de doenças, dentre elas inflamações do aparelho digestivo, afecções respiratórias, tosse, asma e inflamação de mucosas em geral. Vários estudos farmacológicos relataram propriedades anti-inflamatórias, analgésicas, efeitos antibacterianos, estimulantes e emolientes. Normalmente são usadas suas folhas, flores e raízes para a produção de remédios naturais. A malva-rosa também é muito útil para o tratamento de bronquites, diarreia, tosse e angina.

A decocção das suas flores e folhas serve para melhorar a circulação sanguínea, prisão de ventre, cólicas menstruais e hemorragia. A sua raiz é adstringente e emoliente. Contudo, as atividades mais importantes da malva têm sido atribuídas aos seus efeitos diuréticos, sendo utilizada como um remédio natural para a disúria (dificuldades para urinar), estrangúria (eliminação dolorosa da urina) e pedras nos rins.

As raízes e as flores são usadas na medicina tibetana para o tratamento de inflamações dos rins, descarga vaginal, e as raízes são por si só usadas para tratar a perda de apetite. A semente é um diurético, emoliente e febrífugo.

Contraindicações e efeitos colaterais da malva-rosa

Não se sabe o suficiente sobre o uso com segurança da malva-rosa durante a gravidez e fase de amamentação.

História e curiosidades

A malva-rosa se desenvolve em uma grande variedade de solos e pode facilmente atingir uma altura aproximada de 2,4 metros. É facilmente cultivada a partir de sementes e sua variação de cor geralmente é influenciada pelo tipo de solo onde é cultivada. A Alcea rosea é nativa do Sudoeste da China e foi levada para a Europa no século XV, onde foi chamada de “holyoke“.

Referências:
Wang DF, Shang JY, Yu QH. Analgesic and anti-inflammatory effects of the flower of Alcea rosea.
Seyyednejad SM, Koochak H, Darabpour E, Motamedi. A survey on Hibiscus rosa—sinensis, Alcea rosea L. and Malva neglecta Wallr as antibacterial agents.

Comentários

Comentar