Osteoporose: causas, sintomas e tratamento natural

Cerca de dez milhões de brasileiros sofrem de osteoporose e uma a cada quatro mulheres com mais de 50 anos desenvolvem a doença.

O que é a osteoporose?

A osteoporose é uma doença metabólica, sistêmica, que acomete os ossos e representa um importante problema de saúde pública no Brasil. Devido a vários fatores determinantes, é uma doença mais comum em pessoas idosas do sexo feminino. A osteoporose se caracteriza pela perda acelerada de massa óssea, que provoca a diminuição da absorção de minerais e de cálcio, sendo que na maioria das vezes, é necessário fazer uso de suplementos vitamínicos para reverter o quadro clínico. Maus hábitos de vida são os principais fatores de risco para fraturas.

Fatores agravantes

Ossos com osteoporose
Ossos com osteoporose

O sedentarismo, tabagismo e alimentação pobre em nutrientes são hábitos de vida considerados os principais fatores de risco para fratura por osteoporose. O diabetes, menopausa precoce, quedas, uso crônico de benzodiazepínicos e histórico familiar de fratura de fêmur após os 50 anos em parentes de primeiro grau também são fatores que podem indicar uma possível osteoporose. Mulheres na pós-menopausa também ficam com os ossos mais fragilizados devido à ausência do hormônio feminino, o estrogênio. Além disso, possuem os ossos mais finos e mais leves do que o dos homens.

Alguns estudos mostram que o uso prolongado de anticoncepcionais e de hormônios também causa desmineralização óssea. O uso excessivo de açúcar refinado e de alimentos industrializados agravam o problema. Os ossos atingidos tornam-se enfraquecidos e existe constante risco de fraturas e atrofia.

Deficiência de cálcio

O cálcio é um mineral essencial para a formação óssea e fica armazenado nos ossos, onde é liberado e utilizado para diversas funções no organismo, dentre elas o bom funcionamento cardíaco. A maior parte do cálcio usado é obtido por meio da alimentação e, caso quantidades ingeridas não forem suficientes, a produção de ossos e tecidos ósseos pode ser afetada.

Sintomas da osteoporose

A osteoporose é uma doença silenciosa e raramente apresenta sintomas. Na maioria das vezes, a doença só é descoberta quando ocorre uma fratura óssea. Contudo, alguns sintomas podem surgir com a evolução da doença e incluem:

  • Sensibilidade óssea;
  • Diminuição da estatura;
  • Dores na região lombar;
  • Dores no pescoço;
  • Postura curvada.

O indicado é que as pessoas que se enquadram nos fatores de risco façam exames periódicos, para que caso seja diagnosticada a doença, o tratamento comece o mais cedo possível.

Tratamento natural da osteoporose

Após o diagnóstico feito através do exame de densitometria óssea, onde é avaliado a densidade dos ossos e músculos do corpo, ou ate mesmo por um exame de radiografia, o paciente deve iniciar o tratamento de acordo com a causa da sua osteoporose. A doença infelizmente é de cura difícil, quase impossível, porém, se diagnosticada ainda no estágio inicial é possível retardar ou interromper a perda óssea e prevenir fraturas.

Suplementação de cálcio e vitamina D

A ingestão de cálcio é fundamental para a constituição dos ossos e dos dentes, mas não depende apenas da quantidade desse mineral. A vitamina D associada ao cálcio interfere de maneira positiva na calcificação da estrutura óssea, já que uma das suas principais funções são a regulação da absorção intestinal de cálcio e a estimulação da reabsorção óssea. Quando somente pela alimentação as necessidades não puderem ser supridas, o uso de suplementos de cálcio e vitamina D são necessários.

Prevenção e redução dos sintomas

– O primeiro passo que um paciente da doença deve ter consciência, são as mudanças de hábitos.

– Devem ficar atentos com relação a manutenção do peso, em casos de peso acima do indicado e abaixo também.

– A prática de atividades físicas moderadas devem ser incluídas diariamente, visto que aumentam o aporte e fixação de cálcio ao osso, e ajudam no equilíbrio para evitar quedas. O exercício ainda diminui as dores nas articulações.

– A alimentação deve ser rica em nutrientes, como o cálcio por exemplo. Já a vitamina D, pode ser obtida expondo-se ao sol no mínimo 30 minutos por dia.

– Pare de fumar, o cigarro é um fator de risco e um agravante da osteoporose. A fumaça tóxica do cigarro ao entrar na corrente sanguínea, interfere no funcionamento das células osteoblásticas , responsáveis por construir e reparar a matriz óssea.

– Evite álcool, pois ele diminui as reservas de cálcio e dificulta a absorção de cálcio e vitamina D pelo pâncreas.

Referências:
Pinheiro, Marcelo M., et al. “O impacto da osteoporose no Brasil: dados regionais das fraturas em homens e mulheres adultos – The Brazilian Osteoporosis Study (BRAZOS).” Revista Brasileira de Reumatologia 50.2 (2010): 113-120.
10 Coisas que Você Precisa Saber Sobre Osteoporose. Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia.
O cálcio e a Osteoporose. Osteoproteção.

Comentários

Comentar