Sabugueiro-negro: benefícios e propriedades medicinais

O sabugueiro (Sambucus nigra) é uma planta medicinal também conhecida como sabugueiro-negro, sabugueiro-preto, sabugueiro-da-Europa, sabugueirinho, sambu, árvore-de-música, saúco (espanhol) e elderberry (inglês). Inclui o sinônimo botânico Sambucus canadensis. Pertence à família das Capricafoliaceae.

Benefícios do sabugueiro

O sabugueiro auxilia na redução de colesterol, melhora a visão, estimula o sistema imunológico, melhora a saúde cardíaca, auxilia em caso de tosses, constipações, gripes, infecções bacterianas e virais, amigdalite e infecções fúngicas. O sabugueiro também pode agir como sudorífico, diurético, emoliente, levemente laxante, antirreumático (bagas), e auxiliar em casos de febres, reumatismo, dores de garganta, doenças oculares, olhos inchados. Devido ao seu baixo valor calórico e alto teor de fibras, pode auxiliar na manutenção de um peso saudável.

Na medicina alternativa, é feito um xarope com os frutos para prevenir resfriados e gripe. As frutas são um tônico restaurativo e um rico nutriente. Com a flor de sabugueiro se pode fazer uma lavagem anti-inflamatória. É usada em preparações cosméticas como lavagem de pele, toner, loção e enxaguante de cabelo.

Estudos demonstraram que o sabugueiro aumenta a função imunológica por aumentar a produção de citocinas. Essas proteínas atuam como mensageiros no sistema imunológico e ajudar na regulação da resposta imune, auxiliando assim a defender o corpo contra as doenças. Outras pesquisas indicaram que as antocianinas (flavonoides que dão a cor vermelha, azul ou roxa) encontradas em sabugueiros possuem uma capacidade antioxidante consideravelmente maior que a vitamina E ou a vitamina C.

Benefícios no tratamento de pacientes com AIDS e câncer

Em Israel, o Laboratório de Oncologia de Hadassah confirmou que o sabugueiro estimula o sistema imunológico e, em função disso, está sendo administrado para pacientes com câncer e AIDS. A vasta gama de benefícios medicinais (de gripe e resfriados à asma debilitante, diabetes e perda de peso) é provavelmente devido ao melhoramento do sistema imunológico de cada indivíduo. Além de fortalecer o sistema imunológico, os antioxidantes têm se mostrado primordiais no aumento da saúde celular. Pesquisas mostram que as antocianinas presentes no sabugueiro têm poderosas propriedades anticâncer.

Uso na culinária

Na culinária, a flor do sabugueiro pode ser batida e acrescentada a bolinhos e outras comidas. Com os frutos se pode fazer torta, pudins, massas, sorvete e xarope. Com as flores também é possível fazer sidra sem álcool.

Contraindicações e efeitos colaterais do sabugueiro

Os efeitos colaterais do sabugueiro podem incluir reações alérgicas variadas. Além disso, os frutos do sabugueiro são tóxicos e, por isso, não devem ser consumidos. As folhas, flores e parte interna do caule podem ser utilizadas para fazer chá. Deve-se ter cuidado com as bagas porque são cardiotóxicas e produzem aglutinação das células vermelhas do sangue. As folhas, galhos, ramos, sementes e raízes contêm um glicosídeo de cianeto de indução (glicosídeo que dá origem ao cianeto quando processado pelo metabolismo).

Ingerir qualquer destas peças em quantidade suficiente podem causar uma acumulação tóxica de cianeto no corpo. Devido à possibilidade de intoxicação por cianeto, não se deve deixar que as crianças façam apitos, estilingues ou quaisquer outros brinquedos da madeira do sabugueiro. O chá feito de folhas de sabugueiro (que contêm glicosídeos cianogênicos) devem ser ingeridos com muita cautela. No entanto, frutos maduros (polpa e pele) são seguros para ingestão.

História e curiosidades

O sabugueiro tem sido um remédio popular durante séculos na América do Norte, Europa, Ásia Ocidental e Norte da África. Acreditava-se que de sua madeira foi feita a Cruz do Calvário, e por esse motivo, acreditava-se que trazia azar cortar um tronco de sabugueiro. A árvore era cultivada atrás de casas para protegê-las de raios, trazer prosperidade, manter o matrimônio feliz, deixar as crianças saudáveis e proteger do mal. A varinha utilizada na série de filmes do Harry Potter foi feita de Sambucus nigra.

Referências:
Barak, Vivian, Tal Halperin, and Inna Kalickman. “The effect of Sambucol, a black elderberry-based, natural product, on the production of human cytokines: I. Inflammatory cytokines.” Eur Cytokine Netw 12.2 (2001): 290-296.
Youdim, Kuresh A., Antonio Martin, and James A. Joseph. “Incorporation of the elderberry anthocyanins by endothelial cells increases protection against oxidative stress.” Free Radical Biology and Medicine 29.1 (2000): 51-60.
Elderberry Benefits. Herbswisdow.
Saúco (Sambucus nigra). Propiedades medicinales.

Comentários

Comentar