Spirulina para saúde do coração.

A spirulina possui características que contribuem para a saúde cardiovascular.

Conhecida por seu alto valor nutricional, a spirulina é uma alga de coloração azul-esverdeada que vem sendo cada vez mais utilizada na fitoterapia. Seu potencial advém da sua rica fonte de ácidos graxos essenciais, proteínas, vitaminas, minerais e antioxidantes.

Benefícios da spirulina para a saúde do coração

Dentre todos os seus benefícios para a saúde, a spirulina possui características que contribuem para a saúde cardiovascular. Isto se deve, principalmente, ao poder antioxidante e anti-inflamatório presente na alga.

Antioxidantes são substâncias como vitaminas, minerais e enzimas, responsáveis por bloquear o efeito dos radicais livres ao nosso organismo. Esses antioxidantes são fabricados pelo próprio organismo como um mecanismo de defesa ao longo da vida, mas com o passar dos anos o corpo reduz esta fabricação. Os radicais livres, por sua vez, são moléculas liberadas pelo metabolismo que possuem a capacidade de afetar o ciclo de vida das células por meio da oxidação, fator que pode causar doenças degenerativas, envelhecimento do corpo e, inclusive, morte das células.

No coração, a ação dos radicais livres pode ocasionar diversos problemas. Estes atuam na oxidação das moléculas de colesterol ruim, momento este que se torna o ponto de partida para o acúmulo de gordura nas paredes das artérias. Devido a este processo, as artérias se tornam mais estreitas, sendo, na maioria das vezes, bloqueadas e “endurecidas”.

Por conta destes fatores, ocorre a diminuição do fluxo sanguíneo, impedindo que o sangue rico em oxigênio possa alcançar os músculos do coração. Esta privação de oxigênio em células vitais é denominada isquemia, processo responsável por provocar lesões nos tecidos cardíacos. Em suma, este processo de bloqueio arterial é conhecido como aterosclerose, onde as placas de gordura se acumulam nos revestimentos internos das artérias do coração. A artéria torna-se completamente bloqueada impedindo a circulação sanguínea a ponto de ocasionar a morte dos tecidos que envolvem o coração.

Em função disso, o consumo de antioxidantes para a manutenção da saúde cardiovascular torna-se crucial. Substâncias como o selênio, o betacaroteno, as vitaminas C e E e os flavonoides são consideradas fontes ricas em propriedades antioxidantes, e todas elas se encontram na composição da spirulina. Estas são capazes de neutralizar a ação dos radicais livres sob as células, além de eliminá-los do organismo.

Além disso, é importante ressaltar que a associação de atividades físicas à dieta rica em spirulina contribui de forma ainda mais significativa para o combate aos danos provocados pelos radicais livres no organismo.

Contraindicações e efeitos colaterais da spirulina

De acordo com o centro de medicina da Universidade de Maryland, o consumo da spirulina é seguro. Contudo, alguns pacientes apresentaram efeitos colaterais como náuseas, dificuldade de concentração, dor de cabeça e sudorese.

Recomenda-se que, antes do consumo, verifique-se a qualidade e a procedência da spirulina a ser ingerida. Em casos onde o cultivo das algas é realizado em más condições pode ocorrer a contaminação com metais tóxicos, bactérias e demais toxinas. Nestas condições, o consumo da spirulina contaminada pode ocasionar danos ao fígado e coração, vômitos, náuseas, fraquezas e demais complicações.

Indivíduos que possuem doenças autoimunes, como é o caso da artrite reumatoide e da esclerose múltipla, devem evitar o consumo da spirulina, pois a alga tem propriedades que estimulam o sistema imunológico, piorando o quadro destas doenças. Gestantes, lactantes e crianças também devem evitar o consumo.

Referências
Livestrong.com. What Are the Benefits and Side Effects of Spirulina? | Health Benefits of Spirulina | Benefits & Dangers of Spirulina.
Spirulina: Nutrition Facts & Health Benefits. Livescience.
CEPEUSP – Centro de Práticas Esportivas da USP. O que são radicais livres?
Fearon, Ian M., and Stephen P. Faux. “Oxidative stress and cardiovascular disease: novel tools give (free) radical insight.” Journal of molecular and cellular cardiology 47.3 (2009): 372-381.
Antioxidantes. Revista-FI.
Coronary Heart Disease Background – Coronary Heart Disease Health Information – NY Times Health



  • Comentar

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    RESUMO:

    Devido ao poder antioxidante e anti-inflamatório presente na alga, a spirulina possui características que contribuem para a saúde cardiovascular.

    Revisado e atualizado em 13.10.2016.