Menopausa: causas, sintomas e tratamento natural

A menopausa é um acontecimento natural na vida de todas as mulheres, conhecida basicamente por ser a fase na qual a mulher perde a capacidade de reprodução, cujo início pode variar em cada mulher.

Causas da menopausa

A mulher nasce com um número determinado de óvulos, que são armazenados nos ovários, que por sua vez, produzem estrogênio e progesterona, hormônio que regulam a menstruação e ovulação. Além de interromper a menstruação, a menopausa não afeta apenas o sistema reprodutivo, mas também ocasiona a interrupção da produção de hormônios naturais do organismo. O grande problema são os sintomas da menopausa na fase de transição menopausal, que pode ocasionar algumas sensações desagradáveis como depressão, dor de cabeça, dores no corpo, ondas de calor (calores da menopausa), além de cansaço.

A menopausa ocorre quando os ovários não liberaram mais um óvulo a cada mês e a menstruação é interrompida. É um processo natural que ocorre na mulher após os 40 anos de idade, contudo, algumas mulheres podem apresentar a condição de menopausa precoce, que pode ser ocasionada por conta de processos químicos, como é o caso da quimioterapia, ou como resultado de alguma cirurgia, tal como a histerectomia.

Sintomas da menopausa

Durante a perimenopausa (período de alguns anos que antecede a menopausa), os ovários gradualmente produzem menos estrogênio. Durante os últimos dois anos de perimenopausa, no geral, a diminuição nos níveis de estrogênio se acentua. Nesta fase, muitas mulheres já sentem os sintomas da menopausa, tais como depressão, dor de cabeça, dores no corpo e ondas de calor (calores da menopausa). Durante a menopausa, os ovários deixam de liberar óvulos e produzir grande parte do estrogênio, acentuando os sintomas. Já na pós-menopausa, os sintomas tendem a diminuir a até mesmo desaparecer.

Tratamento natural para menopausa

Recomenda-se consultar primeiro o médico antes de decidir qual a medicação ou tratamento deve ser adotado. Felizmente, existem algumas maneiras naturais de obter alívio dos sintomas que não são apenas seguros, mas também benéficos para a saúde geral. Para quase todas as mulheres, o alívio dos sintomas pode ser conseguido através do uso de compostos botânicos, calmantes naturais e suplementos, extraídos sobretudo de ervas que contém fitoestrógenos, substâncias que podem proporcionar um reequilíbrio hormonal.

Isoflavona

Isoflavona
Isoflavona
A isoflavona é um composto da soja e seu uso é indicado para mulheres que sofrem com os sintomas da menopausa, incluindo ondas de calor, oscilações de humor, cansaço, depressão e insônia e desejam um tratamento eficaz e natural sem causar riscos à saúde. A isoflavona possui estrutura química similar ao estrogênio ovariana e age no organismo da mesma maneira que o hormônio feminino agiria, equilibrando as taxas hormonais e rezindo a intensidade e frequência das ondas de calor.

Cremes de progesterona

Progesterona
Progesterona
Cremes naturais de progesterona podem atenuar dor de cabeça e dores no corpo. Os cremes de progesterona neutralizam o efeito do estrogênio, além de poder também estimular a construção óssea e proteger as mulheres contra a osteoporose.

Vitaminas

Vitaminas
Vitaminas
A vitamina C, bem como os bioflavonoides, estão muito presentes em diversos legumes e frutas. Ambos os ingredientes podem reduzir ativamente as desagradáveis ocorrências de ondas de calor. Os bioflavonoides são geralmente encontrados em frutas que são ricas em vitamina C e podem interferir na queda acentuada da produção de hormônios no corpo da mulher para que a mesma não cesse repentinamente. As vitaminas A, C e E estão entre as vitaminas naturais que podem melhorar a condição da mulher.

Extrato de cohosh-preto

O extrato de cohosh-preto (Cimicifuga racemosa) funciona efetivamente como um regulador das funções do corpo e para aliviar os calores da menopausa. Este sintoma é um dos mais desagradáveis e acaba sendo o responsável por outros sintomas secundários, que incluem dores de cabeça e outras dores no corpo. O extrato da Cimicifuga racemosa administra ocorrências destas ondas de calor através do uso de componentes estrogênicos da planta. Contudo, o uso prolongado do cohosh-preto pode trazer riscos à saúde da mulher após a menopausa e, portanto, o extrato não deve ser utilizado sem aconselhamento médico profissional e tal inobservância pode trazer efeitos colaterais.

Referências:
van de Weijer, Peter HM, and Ronald Barentsen. “Isoflavones from red clover (Promensil®) significantly reduce menopausal hot flush symptoms compared with placebo.” Maturitas 42.3 (2002): 187-193.
Kushi, Lawrence H., et al. “Intake of vitamins A, C, and E and postmenopausal breast cancer: the Iowa Women’s Health Study.” American journal of epidemiology 144.2 (1996): 165-174.
Lieberman, Shari. “A review of the effectiveness of Cimicifuga racemosa (black cohosh) for the symptoms of menopause.” Journal of Women’s Health 7.5 (1998): 525-529.

Comentários

2 Comentários

  1. Boa tarde , tenho 49 anos, fiquei 5meses sem menstruara, ai veio,só que nesse tempo,ja começaram os sintomas de suor, ansiedade, perca de sono,e dores no corpo, é a que mais me incomoda sao essas dores no corpo todo, fui na medica, vou fazer os exames de medição de hormonios, só que ja estou tomando cha de amora, e cha da erva de são joão para insonia, quero fazer o tratamento só com o uso de ervas naturais, preciso saber de alguma erva que me tire essa dor no corpo ??

  2. TELMA MEIRA QUEIROZ

    extraio da grão da soja um leite fresco com um pano depois de passar no liquidificador.uso há 08 anos. Repõe energia e nos deixa sem os calores da menopausa.Aprendi nessas buscas pela saúde.Se houver em cápsula, vou gostar.

Comentar