Benefícios da niacina para reduzir o colesterol

A niacina, também conhecida como vitamina B3, niaciamida ou ácido nicotínico, é uma vitamina solúvel em água considerada uma das mais importantes dentre as vitaminas do complexo B.

Benefícios da niacina

Muitos estudos indicam que a niacina pode ajudar a reduzir o colesterol total, colesterol LDL (colesterol ruim) e triglicerídeos, além de ajudar a manter em níveis saudáveis o colesterol HDL (colesterol bom). As vitaminas B3 podem ser encontradas em uma variedade de alimentos, incluindo vegetais de folhas, frutas como o abacate, legumes frescos como brócolis, carnes magras, peixes, aves, produtos lácteos, ovos e nozes. A vitamina B3 está disponível em diversos suplementos polivitamínicos.

A maioria das pessoas que praticam uma dieta equilibrada possuem niacina suficiente para ser utilizada pelo corpo, no entanto, a niacina costuma ser prescrita em concentrações mais elevadas em dietas para colesterol alterado. O colesterol alto no corpo pode fazer com que haja espessamento das paredes da artéria, acarretando o aparecimento de outros problemas cardiovasculares, sobretudo doenças do coração, que são a principal causa de morte de pessoas em muitos países desenvolvidos, onde o consumo de alimentos gordurosos e fast food’s são mais acentuados.

Benefícios da niacina para combater o colesterol ruim

A maioria dos nutrientes presentes nos alimentos são absorvidos pela corrente sanguínea do intestino. No entanto, o colesterol não pode ser transportado por todo o corpo, vez que não é solúvel em água (sangue). Assim, é anexado a lipoproteínas, que atuam como transportadores de colesterol. Existem vários tipos de lipoproteínas que são responsáveis por diferentes partes deste transporte.

As lipoproteínas de densidade muito baixa (ou colesterol VLDL) transportam o colesterol do fígado. Já as lipoproteínas de baixa densidade (LDL) transportam o colesterol por todo o corpo, contudo, muitas vezes se ligam com as paredes das artérias, levando ao espessamento arterial ou aterosclerose. As lipoproteínas de alta densidade (HDL) transportam o colesterol para o fígado, onde são removidos do organismo (isso é bom para o corpo e por isso é chamado de bom colesterol).

Acredita-se que a niacina bloqueia a degradação das gorduras no corpo. Isso provoca uma diminuição de ácidos graxos livres no sangue, reduzindo os níveis de colesterol LDL produzido pelo fígado. Ao diminuir o nível de colesterol LDL, a niacina aumenta os níveis de colesterol HDL, reduzindo assim efetivamente o mau colesterol no organismo.

Deficiência de niacina

Pessoas deficientes de niacina tendem a desenvolver uma condição que é conhecida como pelagra. Os sinais e sintomas da pelagra incluem deficiência mental, problemas digestivos, erupções cutâneas e levantamento da pele corada. A niacina em excesso também pode ser prejudicial, podendo causar desconforto na pele com vermelhidão, sensação de queimação no estômago e úlceras pépticas.

Referências:
Niacin in Patients with Low HDL Cholesterol Levels Receiving Intensive Statin Therapy. The New England Journal of Medicine.
Niacin and niacinamide (Vitamin B3). MedlinePlus.

Comentários

Comentar